SIGA-NOS POR EMAIL:

segunda-feira, 26 de agosto de 2013

JÓIAS DE TUMBA EGÍPCIA DE 5 MIL ANOS TÊM ORIGEM EXTRATERRESTRE, DIZ ESTUDO:



Contas egípcias antigas encontradas em uma tumba de 5 mil anos de idade foram feitas a partir de meteoritos de ferro que caíram para a Terra, de acordo com um novo estudo. As contas, que são os mais antigos artefatos de ferro conhecidos no mundo, foram produzidos 2 mil anos antes da Idade do Ferro, no Egito. O estudo foi publicado no Journal of Archaeological Science.

Em 1911, nove contas em forma de tubo foram escavadas de um cemitério antigo perto da aldeia de el-Gerzeh, ao sul do Cairo, de acordo com o principal autor do estudo sobre os objetos, Thilo Rehren, professor da UCL Qatar, uma espécie de "posto avançado" na Ásia do Instituto de Arqueologia da University College, de Londres. O túmulo é de, aproximadamente, 3.200 a.C, afirmam os pesquisadores.

Altas concentrações de níquel

Dentro da tumba, que pertencia a um adolescente, as contas de ferro foram amarradas a um colar, que estava com outros materiais como ouro e pedras preciosas. Os primeiros testes para análise dos elementos dos artefatos revelaram, curiosamente, altas concentrações de níquel, o que levantou a hipótese de que estes elementos poderiam ter origem de meteoritos de ferro.

Porém, ainda não havia uma prova definitiva de origens cósmicas das contas, já que persistiram questões sobre se quantidades semelhantes de níquel poderiam estar presente em outros artefatos de ferro produzidos pelo homem. Ao digitalizar as esferas de ferro com feixes de nêutrons e raios gama, os investigadores encontraram altas concentrações de cobalto, fósforo e germânio, estes elementos estavam presentes em níveis que só ocorrem em meteoritos de ferro.

Como eles trabalharam a partir do meteoro?

Agora que a origem do material parece estar mais clara para os pesquisadores, a pergunta é: como estas contas foram fabricadas pelos homens daquela época a partir de um meteoro, um objeto que, teoricamente, não é fácil de ser trabalhado?

Para os pesquisadores envolvidos no estudo, esta seria uma operação demasiadamente elaborada para algo que teria ocorrido há 5 mil anos, já que assumimos historicamente que a Idade do Ferro no Egito começou há 3 mil anos. Após outros exames de raios-X, os pesquisadores sugerem que os meteoritos de ferro foram aquecidos e martelados em folhas finas e, em seguida, tecidas em torno de palitos de madeira para criar as contas em forma de tubo. Outras pedras encontradas na mesma tumba exibem técnicas de trabalho mais tradicionais, como escultura e perfuração.

Estudos anteriores

Esta não é a primeira vez que as contas desta mesma tumba egípcia são associadas ao cosmos. No início deste ano, em maio, pesquisadores da Open University e University of Manchester publicaram um artigo na revista Meteoritics and Planetary Science sobre as origens celestiais das contas antigas.

Outros pesquisadores identificaram diferentes artefatos que também têm origens do espaço. No ano passado, cientistas alemães descobriram uma estátua de Buda esculpida a partir de um meteorito entre os séculos 8 e 10 d.C.

Artigo relacionado

Journal of Archaeological Science

Live Science

- See more at: http://noticias.seuhistory.com/joias-de-tumba-egipcia-de-5-mil-anos-tem-origem-extraterrestre-diz-estudo#sthash.N8ZpBYQy.dpuf