SIGA-NOS POR EMAIL:

quinta-feira, 15 de agosto de 2013

POR QUE OS HOMENS SE CASAM COM MAIS DE UMA MULHER NO ISLAMISMO?




Casamento com mais de uma mulher?
Como funciona isso no Islamismo:
O Islamismo é um modo de vida coerente com a natureza, que proporciona soluções às situações complicadas, evitando extremismos. Esta característica do Islamismo pode ser observada principalmente ao se examinar a sua posição no que diz respeito ao casamento com mais de uma mulher, para resolver alguns problemas humanos graves, individuais assim como sociais.
Muitas pessoas e religiões antes do Islamismo permitiam o casamento com diversas mulheres, cujo número alcançava dezenas e às vezes centenas, sem qualquer condição ou restrição. O Islamismo, por outro lado, impôs restrições e condições definitivas à poligamia.
Com referência à restrição, esta limita a quatro o máximo de esposas que um homem pode ter. Quando Ghailan At-Takafi aceitou o Islamismo ele tinha dez esposas.
"Escolha quatro delas e divorcie-se das outras", disse-lhe o profeta.

Cerimônia de casamento islâmico: a mulher não é dominada pelo esposo




Isto pode suscitar algumas questões básicas:
Por que os homens se casavam com mais de uma esposa?
Nos primeiros anos do Islamismo os muçulmanos eram atacados pelos politeístas de Meca, o que dava ocasião a muitas guerras. O número de homens mortos era elevado, e naquele tempo as mulheres não eram como hoje, que trabalham e ganham seu próprio sustento: elas dependiam inteiramente de seus maridos. Para que as viúvas e as moças em idade de se casarem não ficassem sós e buscassem meios ilícitos de sobrevivência, foi permitido o casamento com, no máximo, quatro mulheres.
A poligamia já existia antes do Islamismo, qual é a diferença?
Antes do Islamismo os homens casavam-se com um grande número de mulheres, sem limites e sem condições, tratando-as da maneira que queriam. O Islamismo estipulou um número máximo e condições exatas para mantê-las. Não podemos ignorar o tempo histórico em que tal permissão foi concedida.
Como o homem pode garantir que não vai preferir uma esposa a outra?
Só é permitido o casamento com mais de uma mulher em duas condições: em primeiro lugar, a primeira esposa tem de concordar com o casamento com outra mulher; em segundo lugar, ele tem que ter condições de dar o mesmo padrão de vida para todas as suas esposas. Se ele não tem como manter mais de uma esposa, ele tem que ter apenas uma.
Por que o homem pode se casar mais de uma vez e a mulher uma vez só?
Não é porque o homem seja melhor do que a mulher. Primeiro, por conta do contexto histórico, os homens eram em menor quantidade do que as mulheres e, para que estas não ficassem solteiras, a poligamia foi permitida. Em segundo lugar, por conta da descendência o casamento de uma mulher com mais de um homem seria impensável: os filhos de um homem com mais de uma esposa seriam sempre dele, ao passo que uma mulher com mais de um marido nunca poderia saber ao certo quem era o pai. Além disso, como a esposa vai morar na casa do esposo, como determinar onde ela moraria sem criar um atrito?


Todas estas considerações visam esclarecer o falso machismo que se atribui ao Islamismo. Além disso, quem critica a poligamia, poderia responder: em nossa sociedade ocidental, pretensamente monogâmica, não existe a poligamia? Os casos de traição e uso das mulheres como objetos, pedaços de carne, não é tão disseminado que se torna nefasto? Comparemos as duas alternativas: a pluralidade de esposas ou a pluralidade de casos ilícitos. Deixemos que as pessoas se façam a pergunta sobre qual é o caminho mais correto, e qual dos dois grupos está corretamente orientado.